PIX: o Sistema de Pagamentos Instantâneos do Banco Central

Entenda o que é e como funciona o PIX, o Sistema de Pagamentos Instantâneos desenvolvido pelo Banco Central do Brasil que permitirá transações instantâneas, 24 horas por dia, 7 dias por semana. 

O que é o PIX, o Sistema de Pagamentos Instantâneos do Banco Central?

O dinheiro físico já não responde às necessidades da nosso sociedade. Cada vez mais as pessoas utilizam seus celulares para diversas atividades, inclusive pagamentos. Com a digitalização da economia, os clientes se tornam mais exigentes.

Em resposta à demanda crescente por pagamentos instantâneos, inúmeras soluções estão sendo desenvolvidas para fornecer  serviços que comportem  transações em tempo real, independentes de horário comercial ou dia útil. Os pagamentos instantâneos serão responsáveis por fornecer a infraestrutura necessária para que empresas possam melhorar, a eficiência de seus serviços.  

O PIX é a infraestrutura centralizada de liquidação de pagamentos instantâneos brasileiro, que será desenvolvida, operada e gerida pelo Banco Central, com base no padrão internacional ISO 20022. O PIX entrará em vigor em novembro de 2020 e tornará obsoleto outras formas de transferência, como DOC, TED, boleto e cheques. 

O Banco Central fornecerá uma infraestrutura centralizada e única de liquidação das transferências de pagamento instantâneo entre as instituições participantes. O PIX está sendo construído para fornecer uma estrutura flexível e aberta de participação, a fim de garantir o acesso e o surgimento de serviços inovadores e diferenciados que atendam às necessidades da era digital. 

A Interoperabilidade

Uma das grandes dificuldades do sistema financeiro é a interoperabilidade entre diferentes instituIções. A falta de padronização faz com que as instituições não consigam se comunicar de forma efetiva.  Com o PIX, será possível que todos os atores do sistema financeiro, sejam bancos, pessoas físicas ou comerciantes  se comuniquem e transacionem de forma eficiente. 

Breve História dos Pagamentos Instantâneos por país 

Em 1990, o PayPal revolucionou o mercado de pagamentos mundiais, oferecendo pela primeira vez, transferências entre pessoas (P2P) de forma instantânea. 

Na sequência, os sistemas de pagamentos instantâneos começaram a ser desenvolvidos por governos, liderados pelo Korean Electronic Banking System, que lançou em 2001 o primeiro sistema de pagamento instantâneo a funcionar de forma contínua. De lá para cá, a adoção aos sistemas de pagamento em tempo real e ininterruptos foi exponencial.  

Atualmente, 46 países já possuem uma solução de pagamento instantâneo e mais 12 planejam implementá-la breve.

2001: Korea- Electronic Banking System (EBS)

A Korea Financial Telecommunications & Clearing Institute (KFTC) foi o primeiro país a criar um sistema de pagamento instantâneo, possibilitando o processamento de transações em dois segundos.

2008: Reino Unido – Faster Payments Service (FPS) 

Lançado em 2008, o FPS é um sistema de liquidação de pagamentos instantâneos que permite que um pagador inicie um pagamento simplesmente usando um número de celular. Normalmente, os fundos estão disponíveis em até 120 segundos após o início do pagamento.

2010: Índia – Immediate Payment Service (IMPS)

O IMPS é o sistema de pagamentos digitais instantâneos e interbancários da Índia. Lançado em 2010 como um novo sistema de pagamento móvel instantâneo, o sistema permite que usuários enviem e recebam pagamentos em menos de 30 segundos.

2010: China – Internet Banking Payment System (IBPS)

O Internet Banking Payment System é um sistema de pagamento desenvolvido pelo Banco Popular da China, responsável por conectar os sistemas bancários onlines de vários bancos comerciais. A maior inovação deste sistema é a consulta de contas interbancárias. O tempo de processamento médio do sistema é de até 20 segundos.

Mais de 90% dos pagamentos realizados na China é proveniente de carteiras digitais. Utilizando essas soluções,  praticamente qualquer serviço pode ser pago instantaneamente pelo celular.

2012: Suécia – BiR / Swish

Lançado em 2012, o Swish é o sistema de liquidação em tempo real de pagamentos móveis da Suécia. O sistema é gerido por uma instituição privada que realiza a liquidação comercial com tempo de processamento do pagamento e disponibilidade de fundos de dois segundos.

2015: México- Sistema de Pagos Electrónicos Interbancarios (SPEI)

O SPEI é o sistema de pagamento do Banco Central do México, que fornece pagamentos em tempo real. Em novembro de 2015, o SPEI passou a disponibilizar o sistema 24/7. Os fundos estão disponíveis em menos de 15 segundos em aplicativos móveis e menos de 60 segundos em outras formas de pagamento online. 

Vantagens PIX: Governos, Usuários e Empresas

Os pagamentos instantâneos estão sendo desenhados com diversos objetivos, trazendo muitas vantagens para usuários, empresas e governos. Separamos algumas das vantagens do PIX para os participantes do Sistema Financeiro Nacional (SFN) brasileiro.

PIX

 Governo e Sociedade: 

  1. Transparência e rastreabilidade das transações: com a implementação do PIX, o histórico das transações é registrado na própria rede e permanece à disposição da entidade central – o BCB e demais órgãos regulatórios. Somada ao consequente aumento da digitalização da economia, o PIX tende a diminuir a eficiência de atividades ilícitas como lavagem de dinheiro, evasão fiscal e corrupção. 
  2. Redução de custos administrativos: o PIX aumenta a digitalização da economia, reduzindo os custos com papel moeda, aumentando o estímulo à economia. 
  3. Dados precisos em tempo real: as informações em tempo real sobre as transações econômicas aumentam agilidade de resposta às mudanças e como consequência, os formuladores de políticas podem melhorar seu gerenciamento. 

Usuário Final:

  1. Aprimoramento da experiência de pagamento: usuários poderão utilizar número de telefone,  endereço de e-mail, QR Code ou tecnologia near-field communication (NFC) para realizar suas transações. Pagamentos a partir de novos canais de identificação facilitarão o processo de iniciação do pagamento comparativamente ao modelo existente hoje.
  1. Redução dos custos transacionais: a diminuição do número de intermediários na cadeia de pagamentos resultará em um menor custo para realizar transações para os usuários e empresas , viabilizando micropagamentos e atendendo, por exemplo, a população desbancarizada e aumentando a inclusão financeira. 
  1. Eficiência operacional:: os usuários passaram a poder realizar transações em tempo integral, com instrumentos financeiros mais baratos e acessíveis e tudo isso em tempo integral.
  1. Transferência Internacional: esforços estão sendo para o desenvolvimento de soluções de transferência em tempo real entre países para pagamentos P2P. As soluções desenvolvidas entretanto, continuam sendo de ‘’circuito fechado’’, abrangendo poucas jurisdições. 

Empresas:

  1. Redução dos custos operacionais: otimização e melhor previsão do fluxo de caixa devido à disponibilização imediata dos recursos, melhoria dos dias de vendas pendentes (DSO) , diminuição da necessidade de obtenção de crédito e viabilização de micropagamentos. 
  2. Serviços Inovadores: a flexibilidade do PIX abre a possibilidade de ofertar novos serviços adicionais, aumentando a competitividade em relação a instituições financeiras tradicionais;
  3. Banking-as-a-service: empresas fora do setor financeiro podem oferecer serviços agregados aos seus clientes, como oferta de seguros, crédito, serviço de iniciação de pagamentos, fidelização, entre outros.
  4.  Interoperabilidade: o PIX permitirá a integração entre diferentes sistemas a partir de APIs, criando um sistema financeiro mais conectado e eficaz de comunicação entre os players do mercado. 
  5. Diferencial: as empresas que adotarem rapidamente as inovações dos pagamentos instantâneos estão adotando um diferencial no mercado, expandindo seus negócios. 

Nós ajudamos a sua empresa a inovar com Pagamentos Instantâneos! 

Um estudo publicado pela Accenture mostrou que os bancos que investirem em inovação tecnológica devem aumentar suas receitas com pagamentos em R$500 milhões de dólares até 2025. E que aqueles que não inovarem, perderam cerca de 15% em receita global. Mas essa transformação não é apenas dos bancos. Na era digital, qualquer empresa que quiser sobreviver precisa adotar a inovação tecnológica como regra. 

As soluções de pagamentos instantâneos permitem que novos atores entrem no mercado. Entretanto, para se adaptar às inovações tecnologias, os participantes precisam lidar com know-how específicos, arcabouços regulatórios complexos, lacunas de infraestrutura, problemas de usabilidade, proteção de dados do usuário e muito mais. 

Para solucionar esse problemas, oferecemos uma solução completa de pagamentos instantâneos para empresas de diversos setores. Com foco na interoperabilidade entre diferente serviços, construímos  soluções personalizadas de acordo com as necessidades de nossos clientes, para que eles possam melhorar seus serviços e lucrar com a economia digital.  

Faça parte do futuro. Fale Conosco.  Acesse: swipetech.io ou envie um e-mail para: contact@swipetech.io

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: